AMOR-PRÓPRIO

Postado em: terça-feira, 29 de julho de 2014
Desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Agora me mantenho no presente, que é onde a vida acontece. Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... plenitude. Percebi que a minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando eu a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada. Tudo isso é saber viver. Parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo que acontece contribui para o meu crescimento. Hoje chamo isso de... amadurecimento. Comecei a me livrar de tudo que não foi saudável: pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse pra baixo. De início, minha razão chamou essa atitude de egoísmo. Hoje sei que se chama... AMOR-PRÓPRIO."

0 comentários:

Postar um comentário

O Comentário é seu cartão de visita.
Comentários anônimos, ofensivos e agressivos não serão publicados!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.