Você não me vê

Postado em: terça-feira, 29 de julho de 2014
Você não me vê, mas me sente. Estou tanto na sua solidão. Quanto no meu sorriso. Vive-se por mim. Morre-se por mim. Sobrevive-se sem mim. Eu sou começo e fim. E todo o meio! Sou seu objetivo, sua razão. Que a razão ignora e desconhece. Tenho milhões de definições. Todas certas...Todas imperfeitas .Todas lógicas... Apenas, em motivações pessoais! Todas corretas... Todas erradas! Sou tudo...Sem mim, Tudo é nada...Eu sou seu reino... Seu altar... Seu trono... Sou sua prisão... Sou seu abandono... Sou sua liberdade... Sua luz...sua escuridão... E seu desejo de ambas... Velo seu sono... Poderia continuar me descrevendo. Mas já te dei uma idéia do que sou! ...Decifra-me!

0 comentários:

Postar um comentário

O Comentário é seu cartão de visita.
Comentários anônimos, ofensivos e agressivos não serão publicados!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.